Oposição quer cadeira da Síria na ONU e cita independência

Durante um discurso na abertura da 24ª reunião árabe em Doha, Khatib pediu aos "países irmãos e amigos" que ajudem a Coalizão Nacional Síria

Doha – O líder da oposição síria, Ahmed Moaz al-Khatib, reivindicou nesta terça-feira em Doha a cadeira da Síria na Organização das Nações Unidas (ONU), depois de ter conquistado o espaço na Liga Árabe.

Durante um discurso na abertura da 24ª reunião árabe em Doha, Khatib pediu aos “países irmãos e amigos” que ajudem a Coalizão Nacional Síria (CNS) a “ocupar a vaga da Síria na ONU e nas organizações internacionais” para substituir o regime de Bashar al-Assad, cada vez mais isolado no cenário internacional.

Khatib também afirmou que o povo sírio decidirá por conta própria o seu futuro.

“O povo sírio escolherá a pessoa que o dirigirá e a maneira como será governado. E nenhum país estrangeiro fará isto em seu lugar”, disse.