Oposição pede por novos protestos na Venezuela

Os protestos estão marcados para começarem em 11 pontos diferentes da capital, que buscarão chegar ao centro da cidade

Caracas – A oposição convocou novas manifestações em Caracas e em outras cidades da Venezuela para esta terça-feira, a fim de entregar um documento ao governo do país, que se posiciona contra a Assembleia Constituinte convocada pelo presidente Nicolás Maduro para uma reforma na Constituição venezuelana.

O documento será entregue ao presidente da comissão especial do processo constituinte, o ministro da Educação Elías Jaua.

Os protestos estão marcados para começarem em 11 pontos diferentes da capital, que buscarão chegar ao centro da cidade.

Vários setores de Caracas amanheceram tomados por centenas de guardas nacionais e policiais. Além disso, estações de metrô foram fechadas por segurança.

Desde que se iniciaram os protestos, há quase dois meses, forças de segurança bloquearam todas as mobilizações opositoras próximas à sede do governo.

“Os venezuelanos não podem aceitar que pretendam fazer uma Constituição para satisfazer os interesses da cúpula do governo Maduro, e não os do país”, disse o opositor e ex-candidato à presidência Henrique Capriles, em seu perfil no Twitter.

Fonte: Associated Press.