Oposição afirma que polícia matou mais de 100 pessoas no Quênia

Os corpos foram retirados das ruas para evitar que este "massacre" seja revelado à opinião pública, assegurou o porta-voz da coalizão

Nairóbi – Mais de cem pessoas morreram em decorrência de disparos da polícia nos protestos que se desenvolvem desde ontem à noite em diferentes pontos do Quênia, informou neste sábado a Super Aliança Nacional (NASA, na sigla em inglês), coalizão opositora que denunciou uma fraude nas eleições e exige a vitória.

Os corpos, entre os quais havia dez menores, foram retirados das ruas para evitar que este “massacre” seja revelado à opinião pública, assegurou o porta-voz da coalizão, James Orengo, que não detalhou a fonte desta contagem.