Operação segue vigente na Faixa de Gaza, diz Netanyahu

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que ofensiva militar em Gaza segue em vigor

Jerusalém – O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira que a operação militar na Faixa de Gaza segue em vigor e que o que está a ponto de terminar são as operações terrestres para desmantelar os túneis cavados pelas milícias palestinas.

“A campanha em Gaza continua. O que está a ponto de ser concluído é a ação do Exército israelense para lidar com os túneis, mas a operação só acabará no momento em que a calma e a segurança forem reestabelecidas para os cidadãos de Israel durante um longo período”, disse o chefe do Executivo após um encontro com comandantes de Defesa.

No último sábado, o primeiro-ministro israelense anunciou que o Exército desdobrado na Faixa de Gaza deveria se reposicionar em “zonas mais cômodas” para garantir os “interesses de segurança” do país.

Partes das forças que se encontravam dentro da Faixa palestina começaram a recuar ontem, embora ainda haja tropas na região de Rafah, ao sul de Gaza, especialmente castigada pelos bombardeios desde a última sexta-feira.

O chefe do Executivo israelense, além de ter exaltado o “severo golpe aplicado ao Hamas e às demais organizações terroristas” nesses 28 dias de operação, acusou o movimento islamita de negar ajuda humanitária à população de Gaza.

Além disso, Netanyahu reiterou a ideia que vem insistindo nas últimas semanas, a qual prevê que a comunidade internacional deva exigir que “a reabilitação de Gaza esteja ligada ao seu desarmamento”.