ONU escolhe Guatemala para substituir Brasil no Conselho Segurança

O mandato brasileiro como membro não-permanente no órgão termina no ano que vem

Nações Unidas – A Assembleia Geral da ONU elegeu nesta sexta-feira pela primeira vez a Guatemala como membro não-permanente do Conselho de Segurança do organismo para o biênio 2012-2013, em substituição ao Brasil, que termina seu mandato no final deste ano.

A candidatura da Guatemala, sem a concorrência de nenhum outro país da região, obteve 191 votos favoráveis, nenhum contra e duas abstenções, informou o presidente da Assembleia, o diplomata catariano Nassir Abdulaziz al Nasser.

Além disso, Nasser comunicou que nas votações foram escolhidos Marrocos (151 votos a favor) e Paquistão (129 votos favoráveis) para se sentar como membros temporários do principal órgão de decisões da ONU, pelos grupos da África e da Ásia-Pacífico, respectivamente.

A Guatemala compartilhará com a Colômbia durante o próximo ano as cadeiras do Grupo de Países Latino-Americanos e do Caribe (Grulac), dois assentos de membros temporários do Conselho, integrado por 15 países, dos quais cinco (Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia e China) são permanentes e com direito de veto.

Nasser definiu um recesso na câmara para fazer a apuração de votos correspondentes aos outros dois lugares vagos no Conselho, um pelo grupo africano e outro pelo europeu oriental, que terão que ser decididos, respectivamente, entre Mauritânia, Togo e Azerbaijão; e Eslovênia e Hungria.

A Assembleia Geral renova a cada ano cinco dos dez postos não-permanentes do Conselho, que se dividem por regiões geográficas entre Europa Ocidental e Outros, Europa Oriental, África, Ásia, e América Latina e Caribe. EFE