ONU diz que viagens a países com ebola devem continuar

Porta-voz da ONU disse que "é muito importante não isolar esses países [afetados pelo ebola]", uma vez que isso iria piorar situação política e econômica deles

Nações Unidas – O porta-voz da Organização das Nações Unidas (ONU), Stephane Dujarric, afirmou que a ONU acredita que viagens aéreas a países da África Ocidental afetados pelo vírus do ebola devem continuar, apesar do primeiro caso nos EUA.

Dujarric disse que “é muito importante não isolar esses países”, uma vez que isso iria piorar a situação política e econômica deles.

Ele afirmou que grupos de ajuda humanitária precisam de acesso à região.

O primeiro caso de ebola nos EUA é um homem que viajou da Libéria para visitar parentes no Texas. O avião passou por Bruxelas e Washington antes de chegar aos EUA.

Dujarric enfatizou a importância de monitorar viajantes tanto nas chegadas quanto nas partidas.

A ONU se posicionou repetidas vezes contra restrições a viagens a países afetados pela epidemia.

Um funcionário da organização morreu na Libéria, provavelmente infectado com ebola. Fonte: Associated Press.