ONU adverte sobre risco de guerra na Coreia do Norte

Guterres destacou que "é crucial deixar a possibilidade de contatos diplomáticos que permitam que a desnuclearização aconteça de forma pacífica"

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, advertiu nesta quinta-feira sobre o risco de entrar “como sonâmbulos em uma guerra”, em referência à crise norte-coreana, e defendeu a diplomacia.

“O pior seria que entrássemos como sonâmbulos em uma guerra que poderia ter circunstâncias dramáticas”, declarou Guterres durante uma visita a Tóquio.

Ao mesmo tempo, Guterres disse que todos os países devem aplicar as sanções contra a Coreia do Norte aprovadas pelo Conselho de Segurança da ONU.

“A unidade do Conselho de Segurança é essencial, mas também é crucial deixar a possibilidade de contatos diplomáticos que permitam que a desnuclearização aconteça de forma pacífica”, completou.

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe pediu a aplicação completa das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e um diálogo útil para a desnuclearização.