Onda de frio mata 37 pessoas na Ucrânia

Do total de vítimas, calcula-se que mais de 12 morreram congeladas na rua

Moscou – Pelo menos 37 pessoas morreram devido ao frio na Ucrânia, sendo que mais de 12 morreram congeladas na rua, informaram nesta terça-feira as autoridades de saúde do país.

Outras 190 pessoas se dirigiram aos serviços de saúde com sinais de esfriamento ou congelamento e 162 deles foram hospitalizados.

Um anticiclone, zona de alta pressão atmosférica, se estende sobre a maior parte do território ucraniano, o que trouxe temperaturas muito baixas para esta época do ano, vários graus centígrados abaixo da média climática.

Kiev amanheceu com 16 graus abaixo de zero, enquanto em algumas regiões do país as temperaturas noturnas chegaram aos 18 graus negativos.

O Centro Meteorológico ucraniano prevê uma semana dominada pelo anticiclone, com poucas chuvas e temperaturas que podem chegar a ser extremas pela noite em algumas regiões, onde poderiam atingir 28 graus abaixo de zero.

As autoridades desaconselham os motoristas a sair de carro e fecharam o trânsito em algumas das principais estradas do país.