Onda de calor nos EUA já deixou 19 mortos

Além das mortes, mais de 1,2 milhão de pessoas em 11 estados continuam sem provisão elétrica desde as tempestades da última sexta-feira

Washington – A onda de calor que castiga os Estados Unidos já deixou pelo menos 19 mortos, enquanto mais de 1,2 milhão de pessoas em 11 estados continuam sem provisão elétrica desde as tempestades da última sexta-feira, uma situação que, segundo informou nesta segunda-feira o Serviço Meteorológico Nacional, irá piorar nos próximos dias.

“A onda de calor continua em grande parte do centro e do leste dos EUA, com temperaturas de 10 a 15°C acima do normal”, informou o Serviço Meteorológico Nacional em seu site.

A agência meteorológica americana também advertiu que os altos níveis de umidade farão a temperatura passar de 43°C em localidades como Mineápolis, Chicago, Kansas City e Saint Louis.

Na região de Washington, onde as companhias ainda tentam restabelecer a eletricidade em 116 mil casas e estabelecimentos comerciais, muitos moradores cancelaram os fogos de artifício com que celebrariam o 4 de Julho.

No Colorado, onde nas últimas semanas aconteceu o incêndio mais destruidor de sua história, o governador, John Hickenlooper, proibiu o uso de fogos de artifício nas comemorações da Independência americana.

Outros estados do oeste, que também se viram afetados por uma temporada de incêndios, como Utah, se somaram às restrições, já que ‘o risco de fogo e sua propagação é extremamente alto este ano’, advertiu o Departamento de Saúde.