OMC: comércio mundial crescerá 13,5% em 2010

Aumento representa uma forte recuperação em relação a 2009, quando o comércio sofreu queda recorde de 12,2%

Genebra – A Organização Mundial do Comércio (OMC) revisou de 10% para 13,5% a previsão de crescimento do comércio mundial em 2010.

A nova estimativa reflete uma recuperação maior do que a prevista após a queda recorde de 12,2% no ano passado, explicaram os economistas da OMC no site da organização.

O diretor-geral da instituição, Pascal Lamy, mostrou sua satisfação com a notícia e assegurou que o crescimento do comércio mundial “contribuirá para superar os efeitos da recessão e criar empregos”.

Segundo o novo cálculo, as exportações de mercadorias dos países industrializados aumentarão 11,5% em volume (em 2009, houve queda de 15,3%), enquanto a alta nos países em desenvolvimento e nas economias das antigas repúblicas soviéticas, em transição, será de 16,5% (no ano passado foi registrada baixa de 7,8%).

O crescimento anualizado será o maior desde 1950, especificaram os economistas da OMC.

Em 2009, as exportações de mercadorias retrocederam 12,2%, a pior queda desde a Segunda Guerra Mundial.

Apesar das boas previsões, a OMC espera que o crescimento seja menor no último semestre do ano com relação aos primeiros seis meses de 2010.

As previsões dos economistas se baseiam em um crescimento mundial de 3% para 2010. A alta estimada para as nações industrializadas é de 2,1%, e, para os países em desenvolvimento e em transição, de 5,9%.

Leia mais notícias sobre comércio exterior

Siga as notícias do site EXAME sobre Mundo no Twitter