Oferta de gás cresce 10% no semestre, diz Petrobras

A estatal também registrou no dia 30 de junho recorde histórico com a vazão de 46,2 milhões de metros cúbicos por dia

São Paulo- A Petrobras registrou recorde mensal de oferta de gás ao mercado nacional em junho, com a entrega de 44,1 milhões de metros cúbicos por dia do produto ao mercado, informou nesta terça-feira a petroleira.

Com o resultado, o primeiro semestre deste ano registrou uma média de 40,9 milhões de metros cúbicos por dia, volume 10 por cento maior que a média verificada em 2011.

A estatal também registrou no dia 30 de junho recorde histórico com a vazão de 46,2 milhões de metros cúbicos/dia.

O crescimento da oferta de gás no país reflete aumento no fornecimento para térmicas na região Norte, combinado ao maior volume de gás natural produzido pela Petrobras, que passou a investir nos últimos anos mais em infraestrutura e expansão da malha após a Bolívia, exportadora do insumo para o Brasil, nacionalizar suas reservas de gás.


“O expressivo crescimento da oferta de gás nacional observado nos últimos anos é fruto de uma série de investimentos realizados no desenvolvimento de projetos de produção de gás natural, consubstanciados no Plangás (Plano de Antecipação da Produção de Gás)”, explicou a empresa em nota à imprensa.

No âmbito do Plangás, lançado após o receio de um desabastecimento de gás, vários novos campos começaram a produzir desde 2008, “com destaque para os campos de gás não associado de Canapu e Camarupim, no Espírito Santo, e de Mexilhão, Uruguá e Tambaú, na Bacia de Santos”, assinala a Petrobras.

O aumento na produção também é viabilizado pela entrada em operação de reservatórios do pré-sal, com grandes volumes de petróleo e gás associado.

A Petrobras também destaca o início das operações da Unidade de Tratamento de Gás de Caraguatatuba e do Gasoduto Caraguatatuba-Taubaté, no Estado de São Paulo.