Ofensiva de Israel deixa cerca de 30 mortos hoje em Gaza

A atual ofensiva israelense na Faixa de Gaza causou a morte hoje de 29 pessoas e deixou mais de 200 feridos

Faixa de Gaza – A atual ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada no dia 8 de julho, causou a morte nesta sexta-feira de 29 pessoas e deixou mais de 200 feridos, disseram fontes médicas palestinas.

Segundo o porta-voz do Ministério da Saúde em Gaza, Ashraf al Qedra, os bombardeios da aviação militar e da artilharia de Israel no norte, centro e sul de Gaza causaram 29 vítimas até o começo da tarde e ao redor de 200 feridos.

A mesma fonte elevou para 828 o número total de mortos e 5.300 o de feridos em 18 dias de operação.

“A maioria das vítimas são civis, incluindo mulheres e crianças”, acrescentou o porta-voz.

Nos ataques aéreos, caças israelenses destruíram a casa do destacado dirigente do Hamas Sala al Bardawil, na cidade de Khan Yunes, no sudeste da faixa, disse o movimento islamita em comunicado.

O grupo palestino Jihad Islâmica também assinalou que o líder local Salah Abu Hasanin morreu hoje pelo impacto de um míssil disparado de um aparelho israelense contra seu domicílio da cidade de Rafah, no sul de Gaza, fato no qual também morreram dois filhos do dirigente.