Objeto suspeito perto da Manchester Arena não era um explosivo

As autoridades tratam como atentado terrorista a explosão que deixou pelo menos 19 mortos e 50 feridos após um show da cantora Ariana Grande

Londres – A polícia do Reino Unido confirmou nesta terça-feira (data local) que o objeto suspeito que a levou a realizar uma detonação controlada perto da Manchester Arena não continha explosivos.

As autoridades tratam como um atentado terrorista a explosão que deixou pelo menos 19 mortos e 50 feridos após um show da cantora americana Ariana Grande na noite de segunda-feira na arena.

“Os agentes que fizeram a explosão controlada por precaução em Cathedral Gardens confirmam que era roupa abandonada”, afirmou um porta-voz da polícia britânica minutos após a detonação.

Alguns dos moradores de casas próximas à Manchester Arena descreveram nas redes sociais que a polícia lhes pediu que se afastassem das janelas antes da detonação controlada.