Obama volta a receber arrasador apoio da comunidade hispana

Apoio hispânico em todo o país subiu para 75% que exerceram seu direito ao voto, o maior recebido por um presidente americano desde a eleição de Bill Clinton em 1996

Albuquerque (EUA) – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi reeleito nesta quarta-feira nas urnas por quatro anos graças ao apoio do eleitorado hispânico, que, segundo as pesquisas, lhe deu confiança com uma arrasadora maioria que beirou os 70% dos votos frente a seu rival, o republicano Mitt Romney.

”É uma noite muito especial”, disse à agência Efe Carlos Vázquez, de 40 anos, no hotel Embassy Suítes de Albuquerque, onde a cúpula democrata do Novo México se reuniu para assistir à apuração eleitoral em uma celebração que reuniu cerca de 800 pessoas.

”Eu, como latino, sinto que tenho mais esperanças com a reeleição dele. Nesta noite eu chorei, gritei e vivi a alegria como qualquer americano”, acrescentou, emocionado.

Novo México, o estado com maior proporção de eleitorado hispânico – quase metade de sua população -, voltou a apoiar fortemente Obama, como aconteceu em 2008 frente a John McCain, desta vez com o peso de 77% do eleitorado hispânico.

Por sua vez, a candidata ao Congresso pelo Novo México, a democrata Michelle Luján, afirmou eufórica que o estado ”jamais dará marcha à ré na defesa dos direitos da mulher”.

Segundo os dados eleitorais do instituto Latino Decisions, o apoio da população hispânica em todo o país subiria para 75% que exerceram seu direito ao voto, o maior recebido por um presidente americano desde a eleição de Bill Clinton em 1996.

A pesquisa de boca-de-urna da rede ”CBS” cotou o voto hispânico propício a Obama em 69%, enquanto o canal ABC o situou em 71%.