Obama retoma campanha interrompida por supertempestade Sandy

O presidente americano precisará se dividir em estados-chave a apenas cinco dias das eleições presidenciais

Washington – O presidente Barack Obama retoma sua campanha para as eleições presidenciais nesta quinta-feira após um intervalo imposto pela supertempestade Sandy, que deixou um saldo 72 mortos e uma difícil tarefa de reconstrução para as autoridades e moradores.

A apenas cinco dias das eleições presidenciais, Obama precisará se dividir em estados-chave um dia depois de visitar a costa devastada de Nova Jersey e prometer ajudar as vítimas das inundações “por um longo prazo”.

Milhares de pessoas permaneciam sem energia elétrica e comunidades inteiras na costa ainda estavam inundadas depois de uma das maiores tempestades na história dos Estados Unidos atingir o nordeste do país, matando dezenas de pessoas e alagando o sul de Manhattan.

Em Nova York, o metrô retomou um serviço limitado após o pior desastre no sistema de 108 anos, mas a Big Apple estava dividida ao meio, com grande parte do distrito financeiro no sul de Manhattan ainda alagado.

A cidade informou que o metrô seria gratuito nesta quinta e na sexta-feira em uma tentativa de reduzir os congestionamentos, mas três dias após a tempestade as linhas de metrô entre Manhattan e Brooklyn permaneciam cortadas.

A bolsa de valores e os aeroportos John F. Kennedy e Newark Liberty reabriram na quarta-feira, mas mais de seis milhões de residências e empresas, a maioria delas no estado de Nova York e na vizinha Nova Jersey, permaneciam sem energia.


A mídia americana informou que 72 americanos morreram nos 15 estados atingidos pela tempestade, aumentando o balanço total de mortos do Sandy para 144, incluindo Canadá e Caribe, onde Haiti e Cuba foram particularmente atingidos.

Na quarta-feira, Obama confortou as vítimas da tempestade e prometeu ajudar a reconstruir as comunidades enquanto inspecionava os danos em Nova Jersey, onde uma grande operação de ajuda foi colocada em andamento, com centenas de milhares de casas debaixo d´água.

Deixando a campanha política de lado, Obama foi acompanhado pelo governador de Nova Jersey, Chris Christie, um republicano proeminente e simpatizante do candidato à presidência Mitt Romney, que também estava focado na tempestade.

Obama e Christie embarcaram no helicóptero presidencial Marine One para sobrevoar a costa atlântica de Nova Jersey – sobre casas destruídas, ruas inundadas com areia e áreas ainda alagadas.

“Vocês estão em meus pensamentos e orações. Vamos ficar aqui por um longo prazo”, disse Obama a um grupo de moradores refugiados em um acampamento improvisado.

“Estamos aqui por vocês. E não vamos nos esquecer. Vamos acompanhar para ter certeza de que vocês vão receber toda a ajuda que precisam até reconstruírem tudo”, disse.

Embora o principal foco tenha sido em Nova Jersey e em Nova York, particularmente no sul de Manhattan e em Long Island, Obama afirmou que também estava preocupado com Connecticut e West Virginia, onde fortes nevascas deixaram algumas regiões inacessíveis.

O aeroporto de LaGuardia, em Nova York, estava previsto para reabrir ainda nesta quinta-feira com serviço limitado. No último balanço, 19.500 voos foram cancelados devido ao Sandy, segundo o serviço flightaware.com.


Cerca de 300.000 galões de diesel vazaram nas águas da costa de Nova York quando um tanque de armazenamento de uma refinaria de Nova Jersey se rompeu, provocando um enorme esforço para contenção e limpeza, informou a CNN na quarta-feira.

Uma extensa área de Nova York permaneceu sem eletricidade, e as escolas da cidade ficarão fechadas no resto da semana.

O Hospital de Bellevue, o mais antigo do país, decidiu retirar seus 500 pacientes restantes na quarta-feira, depois que as inundações atingiram o subsolo, deixando o edifício sem eletricidade.

Enquanto isso, Romney voltou cautelosamente à campanha no estado-chave da Flórida na quarta-feira, mas também abordou a situação dos americanos atingidos pela tempestade centenas de quilômetros ao norte, pedindo aos seus simpatizantes doações para ajudar nos esforços de socorro.

Obama previa participar nesta quinta-feira de eventos nos estados vitais de Wisconsin, Nevada e Colorado.

Cerca de 10.000 integrantes da Guarda Nacional foram mobilizados nos estados atingidos pela tempestade para ajudar as autoridades locais a resgatar sobreviventes, remover destroços, organizar o tráfego e avaliar os danos, informou o Pentágono.

As perdas causadas pelo Sandy variam de sete a 15 bilhões de dólares, de acordo com estimativas iniciais da indústria.