Obama pressiona Congresso para resolver problema da dívida

O quinto dia seguido de conversas na Casa Branca fracassou nesta quinta-feira em garantir um acordo entre republicanos e democratas para determinar um teto para a dívida americana

São Paulo – O presidente americano, Barack Obama, advertiu nesta terça-feira líderes do Congresso que “chegou o momento de tomar decisões” para resolver o problema da dívida federal do país, em meio às reuniões sobre o tema, indicou um representante democrata.

“Chegou o momento de tomar decisões: precisamos de projetos concretos para fazer avanços” nesses temas, declarou Obama, segundo a mesma fonte.

Obama realizará uma coletiva de imprensa às 15h00 GMT (12h00 de Brasília) na sexta-feira para falar da crise das negociações sobre a dívida com os republicanos, informou seu diretor de comunicação.

O quinto dia seguido de conversas na Casa Branca fracassou nesta quinta-feira em garantir um acordo entre republicanos e democratas para determinar um teto para a dívida americana, em um acordo vital para evitar um default catastrófico.

Na sexta-feira, os dirigentes republicanos e democratas não se reunirão com Obama para discutir a questão.

Segundo um responsável democrata, Obama manifestou o desejo de que os líderes do Congresso consultem seus partidos em busca de soluções “dentro de 24 a 36 horas”.

A mesma fonte disse que “se não surgirem novidades para um plano de ação, poderá ser convocada uma nova reunião, durante o final de semana”.

Obama não desistiu de obter “o acordo de maior transcendência possível” para conseguir um aumento do teto da dívida até 2 de agosto, quando os Estados Unidos poderão entrar em moratória.