Obama e Putin se unem para pedir fim da violência na Síria

"Para acabar com o banho de sangue na Síria pedimos o fim imediato de qualquer violência", declararam os líderes em um comunicado conjunto

Los Cabos – Os presidentes russo, Vladimir Putin, e americano, Barack Obama, pediram nesta segunda-feira o fim da violência na Síria e ressaltaram que seu povo tem o direito de decidir democraticamente seu futuro.

“Para acabar com o banho de sangue na Síria pedimos o fim imediato de qualquer violência”, declararam os líderes em um comunicado conjunto, no qual asseguraram que ambos acreditam que “o povo sírio deve ter a oportunidade de escolher democrática e independentemente o seu futuro”.

“Do meu ponto de vista, temos muitos pontos em comum sobre este tema (Síria)”, disse Putin a jornalistas após um encontro com Obama durante a cúpula das maiores potências industriais e dos países emergentes do G20.

O mandatário russo acrescentou que ambas as partes manterão as negociações sobre como lidar com a violência na Síria.