Obama e Merkel preveem problemas se Rússia entrar na Ucrânia

O presidente dos EUA, Barack Obama, e a chanceler alemã, Angela Merkel, concordaram que a Rússia enfrentará consequências adicionais se intervir na Ucrânia

Oak Bluffs – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler alemã, Angela Merkel, concordaram neste sábado que a Rússia enfrentará consequências adicionais se intervir na Ucrânia sem permissão do governo ucraniano, informou a Casa Branca.

“Os dois líderes concordaram que qualquer intervenção russa na Ucrânia, mesmo sob amparo de teor ‘humanitário’, sem consentimento e autorização formais e expressos do governo da Ucrânia é inaceitável, viola a lei internacional e provocará consequências adicionais”, disse a Casa Branca em comunicado sobre o telefonema entre Merkel e Obama.