Obama e japonês Abe discutem crise síria no G20

Barack Obama disse que ele e o primeiro-ministro do Japão compartilham a visão de que o uso de armas químicas na Síria foi uma violação da lei internacional

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira que ele e o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, compartilham a visão de que o uso de armas químicas na Síria foi uma violação da lei internacional, que deve ser discutida.

Obama e Abe encontraram-se paralelamente à reunião de cúpula do G20 em São Petersburgo, num momento em que Washington busca arregimentar apoio internacional para uma ofensiva militar dos EUA contra alvos sírios.

“Eu… tenho a expectativa de uma extensa conversa sobre a situação na Síria e… nosso reconhecimento conjunto de que o uso de armas químicas na Síria não é somente uma tragédia, mas também uma violação da lei internacional que deve ser discutida”, disse Obama a repórteres.

Abe, que absteve-se até agora de falar publicamente a respeito da posição de Obama de pressionar por uma ação militar contra Damasco, disse esperar discutir com o presidente dos EUA maneiras para melhorar a situação na Síria.