Obama e Hollande querem trabalhar juntos contra o terrorismo

Em comunicado, a Casa Branca informou sobre a conversa, na qual Obama transferiu suas condolências a Hollande "em nome do povo americano"

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, manteve nesta sexta-feira uma conversa telefônica com seu colega francês, François Hollande, na qual os dois líderes se comprometeram a trabalhar juntos para derrotar o terrorismo após os atentados em Paris.

Em comunicado, a Casa Branca informou sobre a conversa, na qual Obama transferiu suas condolências a Hollande “em nome do povo americano” pelos “horrorosos” ataques múltiplos de Paris, nos quais pelo menos 120 pessoas morreram.

O presidente americano reiterou o apoio “firme e inabalável” dos EUA ao povo da França, seu “mais antigo aliado e amigo”, e voltou a oferecer ajuda nas investigações sobre o ocorrido.

Horas antes da conversa telefônica, Obama fez um pronunciamento urgente na Casa Branca para afirmar que as autoridades americanas estão preparadas para ajudar o governo francês.

O presidente dos Estados Unidos garantiu que os atentados de Paris não são apenas contra “o povo da França”, mas “são um ataque contra a humanidade”. EFE