Obama diz que “sonho” de Luther King está inacabado

Presidente dos EUA advertiu que a brecha racial persiste, ao se referir à distribuição da riqueza

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, alertou nesta quarta-feira que o “sonho” de Martin Luther King “parece ainda mais difícil de alcançar” que há 50 anos, ao advertir que a brecha racial persiste, ao se referir à distribuição da riqueza.

“A sombra da pobreza joga uma sombra sobre nossa juventude”, disse Obama durante um discurso para comemorar os 50 anos da famosa frase “I have a dream” (“Eu tenho um sonho”), pronunciada por King na histórica Marcha sobre Washington.