Obama diz que Romney descartará 47% dos americanos

"Uma das coisas que aprendi como presidente é que você representa todo o país. Se quiser ser presidente, deve trabalhar para cada um", afirmou Obama

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, alertou esta terça-feira que o adversário republicano, Mitt Romney, estava “descartando uma grande parcela do país” ao declarar que 47% dos americanos se sentem “vítimas” e que o Estado deve cuidar deles.

“Uma das coisas que aprendi como presidente é que você representa todo o país. Se quiser ser presidente, deve trabalhar para cada um”, afirmou Obama durante a gravação de um programa do humorista David Letterman.

“O que o povo quer saber é que não descartará uma grande parcela do país”, afirmou o presidente, acrescentando: “quando venci em 2008, 47% dos americanos votaram em John McCain. Não votaram em mim e o que disse na noite das eleições foi: ‘embora não tenham votado em mim, ouço suas vozes e trabalharei tanto quanto possível para ser o seu presidente'”.

A revista Mother Jones divulgou na noite de segunda-feira declarações gravadas por uma câmera escondida nas quais se ouve Romney dizer que “47% dos americanos se sentem vítimas”, razão pela qual o governo deve se encarregar deles.

“Meu trabalho não é me preocupar com essas pessoas. Nunca vou convencê-las de que têm que assumir suas próprias responsabilidades e se fazer cargo de suas vidas”, disse o republicano, segundo o vídeo.