Obama diz não ser Bolt mas que está bem na disputa eleitoral

O presidente americano advertiu a seus partidários que a corrida eleitoral será dura

Chicago – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, advertiu no domingo a seus partidários que ele não é como o atleta jamaicano Usain Bolt e que a corrida eleitoral será dura, não uma disputa fácil até a vitória.

Obama discursou para uma elite de 100 seguidores, que pagaram 40.000 dólares para visitar a residência do presidente no bairro bairro Hyde Park, em Chicago, que ele deixou em 2008 ao ganhar a eleição presidencial.

Desde a eleição de quatro anos atrás, Obama retornou apenas nove vezes ao local.

“Esta não vai ser uma corrida como a de Usain Bolt, onde nós estaremos 40 jardas adiante e poderemos começar a trotar 10 pés (três metros) antes da chegada”, disse Obama, em referência ao atleta jamaicano, que conquistou a medalha de ouro nos 100, 200 e 4×100 metros nos Jogos Olímpicos de Londres, como já havia feito em Pequim-2008.

“Nós deveremos correr até atravessar a linha de chegada. Mas realmente estamos bem posicionados, não apenas para ganhar, mas para manter os Estados Unidos seguindo adiante”, completou Obama.

“Em cada eleição, presidentes ou candidatos afirmam: esta é a eleição mais importante de toda minha vida”, disse o democrata, antes de brincar: “esta é a eleição mais importante de toda minha vida”.