Obama destaca crise da imprensa em entrevista à Amazon

"A situação do jornalismo também se vive no setor da indústria e no comércio. Devemos reconhecer que não voltaremos à situação passada", afirmou o presidente

O presidente dos Estados, Barack Obama, falou sobre a crise na imprensa em entrevista concedida a um veículo não tradicional: ao distribuidor on-line Amazon.

“As pessoas que tentam se integrar à classe média têm cada vez mais dificuldades” nos Estados Unidos, disse Obama, na entrevista divulgada nesta quarta-feira pela plataforma eletrônica “Kindle” do gigante de vendas on-line.

“Vemos isso em todas as profissões. Vemos no jornalismo. Houve uma época em que havia jornais locais por toda parte. Se alguém queria ser jornalista, podia ganhar bem a vida trabalhando para um jornal local”, acrescentou Obama, em sua visita a um depósito da Amazon no estado do Tennessee (sul), onde havia feito um discurso na terça-feira.

“A situação do jornalismo também se vive no setor da indústria e no comércio. Devemos reconhecer que não voltaremos à situação passada”, afirmou.

A competição da internet e a queda nas vendas e na receita com publicidade abriram uma crise na imprensa americana. Nos últimos cinco anos, vários periódicos já fecharam as portas.

Recentemente, por exemplo, o Chicago Sun-Times demitiu toda a sua equipe de fotógrafos e trabalhará com “freelancers” daqui para frente.