Obama à frente de Romney entre latinos em estados-chave

No Arizona, Colorado, Flórida, Nevada e Virgínia, o presidente americano, que busca a reeleição, conta com 63% de apoio entre os latinos

Washington – O presidente americano, Barack Obama, mantém uma boa vantagem em relação ao seu adversário Mitt Romney nas intenções de voto entre os latinos de cinco estados-chave, onde o resultado da eleição presidencial de novembro pode ser decidido, segundo uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira.

Nos cinco estados, Arizona (sudoeste), Colorado (oeste), Flórida (sudeste), Nevada (oeste) e Virgínia (leste), Obama, que busca a reeleição, conta com 63% de apoio entre os latinos, enquanto Romney aparece com apenas 37%, de acordo com a pesquisa da empresa Latino Decisions.

No estado onde a briga é mais acirrada, na Flórida, 53% das intenções de voto são para Obama e 37% para Romney, enquanto no Arizona a diferença é enorme: 74% para o presidente e 18% para o ex-governador de Massachussetts.

A pesquisa, feita pela Latino Decision em parceria com a America’s Voice, um grupo que defende a reforma da imigração, foi realizado por telefone com 400 latinos de cada um dos cinco estados, entre 12 e 21 de junho, com uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Cerca de 60% dos latinos nestes estados declararam estar “muito animados” para votar em novembro, enquanto 23% se dizem “pouco animado”.

A Latino Decision publicou no início de junho uma pesquisa nacional que mostrou que dois em cada três latinos (66%) votariam em Obama em novembro, contra 23% que votariam em Romney, uma clara vantagem que se manteve praticamente inalterada desde o ano passado.

Aproximadamente 10 milhões de latinos foram às urnas em 2008, um recorde para a maior minoria dos Estados Unidos, e dois terços deles votaram em Obama.