O governo do “líder irmão” Muammar Kadafi em imagens

No dia 1º de setembro de 1969, o líder líbio assumiu o comando revolucionário que depôs o rei Idris. Veja as imagens que mostram quase 42 anos de Kadafi no poder

São Paulo – Se Trípoli não tivesse sido invadida no dia 21 de agosto, o líder Muammar Kadafi comemoraria hoje seus 42 anos no poder líbio. Foragido dentro do próprio país e acuado pelos rebeldes do Conselho Nacional de Transição (CNT), o coronel Kadafi já foi aclamado como "líder irmão e guia revolucionário"  da Líbia, o maior cargo de governo no país. Ele recebeu essa condecoração após derrubar o reino de Idris I, que comandou o país por 17 anos.

O capitão Kadafi, com 27 anos na época, conduziu um golpe de Estado sem derramar sangue enquanto o rei estava em tratamento médico na Turquia. O monarca Idris era próximo do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial, mas uma junta de militares dissolveu o regime e instaurou uma república com inclinação mais islâmica.

Em 1973, o líder líbio fez execuções públicas de dissidentes do novo regime, mostrando sinais de seu autoritarismo e desejo de permanência no poder. A ideologia de Kadafi é inspirada no "socialismo islâmico" para o Terceiro Mundo. O governante pregou a alternância de políticas capitalistas e socialistas no país, o que fez com que a Líbia ficasse fora dos principais eixos da Guerra Fria.

Muammar Kadafi escreveu o Livro Verde, inspirado no Livro Vermelho de Mao Tse-tung e publicado em 1975, fundamentando os princípios de sua revolução.

Desde fevereiro deste ano, o "líder irmão" enfrenta protestos de opositores aos seus mais de 40 anos no poder. Os movimentos foram inspirados na "Primavera Árabe", que depôs ditadores como Hosni Mubarak, no Egito. Repreendendo a oposição com violência, uma coalizão internacional liderada pela Otan passou a fazer ataques aéreos contra a Líbia de Kadafi.

Com a invasão da capital do país, o líder líbio está foragido e os combates entre forças do governo e os rebeldes prosseguem. A Conferência dos Amigos da Líbia, organizada pelo governo francês com o apoio de mais de 60 delegações e a ONU, oficializa o fim do regime de Kadafi no país.

Confira as imagens dos quase 42 anos de governo de Muammar Kadafi.