Número dois norte-coreano reaparece após boatos de punição

Imprensa oficial da Coreia do Norte publicou fotografias do vice-marechal Choe Ryong-hae, número dois oficioso do regime, após rumores sobre possível punição

Seul – A imprensa oficial da Coreia do Norte publicou nesta sexta-feira fotografias do vice-marechal Choe Ryong-hae, número dois oficioso do regime, após vários rumores sobre uma possível punição.

Uma fotografia mostra Choe ao lado do dirigente Kim Jong-un durante uma visita de inspeção militar na quinta-feira.

A imagem foi publicada na primeira página do Rodong Sinmun, jornal do Partido dos Trabalhadores, o único do país.

Esta é a primeira aparição pública de Choe Ryong-hae desde 16 de fevereiro.

O desaparecimento pouco frequente de uma autoridade como ele alimentou os boatos de punição.

Em dezembro, o tio e mentor de Kim Jong-un, Jang Song-thaek, foi detido, julgado e executado. Choe o sucedeu como número dois do regime.

A imprensa sul-coreana informou recentemente que Choe havia sido detido no comando de segurança militar do Norte.

O NK Leadership Watch, um site com sede na Coreia do Sul muito acessado por suas informações sobre o Norte, insistiu nesta sexta-feira que a reaparição de Choe não exclui a hipótese de detenção.

“No passado, autoridades foram detidas pelos serviços de segurança para interrogatórios, uma forma de advertir a pessoa e seu entorno, antes da reintegração a suas funções”, destacou o site.