Número dois da Al Qaeda no Iêmen é morto

Além do líder da Al-Qaeda, seis outros membros da organização morreram na operação

Sanaa – O número dois da Al Qaeda no Iêmen, o saudita Said Ali al-Shehri, foi morto em uma operação do exército no leste do país, anunciou nesta segunda-feira o ministério iemenita da Defesa.

Além do líder da Al Qaeda, seis outros membros da organização morreram nesta operação lançada no vale de Hadramut, indicou o ministério em seu site na internet.

No site, o ministério assegura, citando uma autoridade, que “as Forças Armadas iemenitas lançaram uma operação audaz no vale de Hadramut, matando o terrorista Said Ali al-Shehri e seis terroristas que estavam com ele”.

A morte do número dois da rede extremista no Iêmen, que se denomina Al Qaeda na Península Arábica (AQPA), não foi confirmada por fontes independentes.

A AQPA nasceu em janeiro de 2009 da união dos braços saudita e iemenita da Al-Qaeda.