Número de desaparecidos em incêndio na Califórnia sobe para 228

O "Camp Fire" deixou 29 mortos e três bombeiros feridos, além de queimar cerca de 45 mil hectares, 6.450 casas e 260 estabelecimentos comerciais.

Washington – As autoridades e o serviço de emergência elevaram para 228 o número de desaparecidos na região atingida pelo enorme incêndio que teve início na última quinta-feira no norte da Califórnia e que, junto a outro incêndio registrado no sul do estado, deixaram pelo menos 31 mortos.

Os trabalhos de busca continuarão hoje graças às melhores condições climáticas. As previsões meteorológicas apontam que os fortes ventos registrados na região nos últimos dias darão uma trégua, o que facilitará a ação das equipes de resgate.

Segundo informações do Departamento de Bombeiros do Condado de Butte, o incêndio batizado como “Camp Fire”, além de tirar a vida de 29 pessoas e deixar três bombeiros feridos, já queimou cerca de 45 mil hectares, 6.450 casas e 260 estabelecimentos comerciais.

O xerife do condado de Butte, Kory Honea, disse que os seis últimos corpos das vítimas do incêndio foram localizados na pequena cidade de Paradise, de cerca de 26 mil habitantes.

O município, que fica a cerca de 280 quilômetros da Baía de San Francisco, foi totalmente destruído pelo incêndio que atinge a região deste a quinta-feira. O alerta vermelho foi mantido pelas autoridades devido à má qualidade do ar em função da fumaça.

Outras duas mortes ocorreram no incêndio “Woolsey”, que atinge a região norte de Los Angeles.