Novos ventos deve dificultar ação contra incêndio na Califórnia

Incêndio Thomas, o quinto maior da história do Estado norte-americano, ameaçava as comunidades de Santa Barbara, Carpinteria, Summerland e Montecito

Los Angeles – Equipes de bombeiros da Califórnia podem enfrentar nesta quinta-feira uma nova onda de rajadas intensas de ventos que vêm alimentando um incêndio florestal volátil enquanto protegem casas das chamas e erguem linhas de controle de fogo.

O chamado Incêndio Thomas, o quinto maior da história do Estado norte-americano, ameaçava as comunidades de Santa Barbara, Carpinteria, Summerland e Montecito no início da manhã desta quinta-feira depois de destruir mais de 700 lares desde que teve início no dia 4 de dezembro, disseram autoridades do corpo de bombeiros.

“Os bombeiros continuarão empenhados em operações de defesa de estruturas e procurando oportunidades de estabelecer um controle direto do perímetro”, disse o Departamento de Proteção contra Incêndios da Califórnia (Cal Fire) em um comunicado, observando que o incêndio ameaça 18 mil construções.

Previam-se ventos fortes da região de Santa Ana chegando a 80 quilômetros por hora no início da manhã, atingindo um pico durante o dia e amenizando ao anoitecer, e a persistência de temperaturas quentes e uma umidade relativa do ar na casa de um dígito, informou o Serviço Nacional do Clima em um boletim.

As condições climáticas irão “contribuir para um comportamento extremo do incêndio. Qualquer incêndio que se desenvolva provavelmente se espalhará rápido”, alertou o serviço.

O Incêndio Thomas viajou 43 quilômetros, consumindo mais de quilômetros quadrados dos condados de Ventura e Santa Barbara, uma área maior do que a cidade de Nova York.

A conflagração, que já devastou mais de 709 moradias, danificou 164 outras e deslocou mais de 94 mil pessoas, estava 30 por cento contida na noite de quarta-feira.

Muitas escolas públicas da área da Santa Barbara cancelaram as aulas nesta semana e não reabrirão antes de a pausa anual de inverno ter terminado, em janeiro.

Alguns dos outros incêndios que irromperam na última semana em condados de San Diego e Los Angeles foram controlados em grande parte.

Investigadores determinaram que o Incêndio Skirball, que destruiu seis casas no bairro abastado de Bel-Air, em Los Angeles e queimou um edifício de uma vinícola do bilionário de mídia Rupert Murdoch, foi causado por uma fogueira usada para cozinhar em um acampamento de desabrigados, disseram autoridades na terça-feira.

O Incêndio Lilac, que consumiu mais de 1.620 hectares no norte do condado de San Diego e destruiu 157 estruturas, estava 97 por cento controlado na quarta-feira, informou o Cal Fire.