Novos atos de imolação são registrados entre tibetanos

Um homem e uma mulher atearam fogo em suas próprias roupas

Pequim – Dois tibetanos, um homem e uma mulher, atearam fogo em suas próprias roupas na quinta-feira no noroeste da China, e pelo menos um deles morreu, informou uma ONG.

Os incidentes ocorreram em duas áreas diferentes do distrito de Tongren, na província de Qinghai, onde um movimento de revolta é reprimido de forma muito violenta, indicou a organização Free Tibet, com sede em Londres.

A mulher, de 23 anos, morreu. Um jovem de 18 anos também se imolou, mas não foi possível saber o seu estado de saúde por causa de “restrições severas” à comunicação, de acordo com a ONG.

As imolações de tibetanos se multiplicaram nos últimos dias, coincidindo com o 18º Congresso em Pequim do Partido Comunista chinês, durante o qual o vice-presidente Xi Jinping foi designado o novo chefe do regime.