Novo presidente da Tunísia será decidido em dezembro

Beji Caid Essebsi derrotou por uma pequena margem o atual presidente, Moncef Marzouki, no primeiro turno da eleição

Tunis – O líder tunisiano Beji Caid Essebsi derrotou por uma pequena margem o atual presidente da Tunísia, Moncef Marzouki, no primeiro turno da eleição presidencial, realizado neste domingo.

Os dois candidatos que representam correntes políticas muito divergentes vão se enfrentar no segundo turno em dezembro.

Essebsi teve 39,46% dos votos, frente a 33,43% de Marzouki. Os resultados surpreenderam após as pesquisas indicarem uma disputa menos acirrada na primeira eleição presidencial democrática do país em muito tempo.

Marzouki, de 69 anos, é um ativista de direitos humanos dissidente do regime autocrático de Zine El Abidine Ben Ali, que deixou a Tunísia em 2011 após manifestações populares contra seu governo.

Desde então, Marzouki tem atuado como presidente interino da Tunísia, após ter sido eleito por uma assembleia constituinte.

Especialistas não acreditavam que ele teria tantos votos na eleição realizada no domingo, uma vez que esperavam que a população o associasse ao difícil período de transição em que ele se alinhou com o impopular partido islâmico.

Essebi vai completar 88 anos nesta semana e é um político veterano que ocupou diversos ministérios durante o governo de Ben Ali e de seu antecessor, Habib Bourguiba.

Ele era cotado como favorito para ganhar as eleições após seu partido ganhar as eleições parlamentares em outubro.

Essebi defende uma plataforma de restauração do prestígio do Estado junto com recuperação econômica e estabilização da situação de segurança no país. Fonte: Dow Jones Newswires.