Novo governo da Itália tem aprovação recorde

Governo liderado pelo primeiro-ministro Mario Monti tem quase 80% de aprovação no momento em que inicia sua tarefa de tentar melhorar o quadro econômico do país

Roma – O novo governo tecnocrata da Itália, liderado pelo primeiro-ministro Mario Monti, tem quase 80% de aprovação no momento em que inicia sua tarefa de tentar melhorar o quadro econômico do país europeu, segundo uma pesquisa divulgada hoje. O governo tem o apoio de 78,6% dos consultados, segundo sondagem publicada no jornal de esquerda La Repubblica.

O próprio Monti tem o apoio de 83,8% dos italianos, segundo a pesquisa realizada pela empresa Demos entre 17 e 18 de novembro. Especialistas em economia e comentaristas políticos dizem que o tecnocrata de fala mansa, mas impositiva, tem impressionado um eleitorado cansado do histrionismo do predecessor Silvio Berlusconi, que não sobreviveu à pressão do mercado.

“Uma semana foi o suficiente para o clima da opinião pública mudar da depressão para a euforia”, afirmaram os responsáveis pela pesquisa, falando de uma “maioria sem precedentes” de apoio na Itália para o período desde o final da Segunda Guerra (1939-45).

Outros líderes de partidos políticos da Itália estão bem atrás do ex-comissário da União Europeia Monti no quesito popularidade. O chefe do esquerdista Partido Democrata, Luigi Bersani, aparece com 48,1% de apoio na pesquisa, enquanto Berlusconi tem 28,6% de aprovação. As informações são da Dow Jones.