Explosão de carro-bomba mata 19 pessoas na cidade síria de Azaz

Quatro crianças estão entre os mortos, disse o diretor do Observatório Sírio, Rami Abdul Rahman; o Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria do ataque

A explosão de um carro-bomba deixou pelo menos 19 mortos, entre eles quatro crianças, no domingo (2) em Azaz, uma cidade controlada pelos rebeldes no noroeste da Síria, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Um balanço anterior citava 17 mortes.

O ataque em Azaz, uma cidade no coração da zona de influência turca do norte da província de Aleppo, feriu mais de 20 pessoas, disse Rami Abdul Rahman, diretor do OSDH, com sede em Londres e uma ampla rede de informantes na Síria.

A detonação ocorreu quando os fiéis terminavam sua oração da tarde, informou o diretor da OSDH.

O ataque, que até o momento não foi reivindicado por nenhum grupo, ocorreu um dia depois de uma explosão similar, que matou 10 pessoas e feriu 20 na cidade de Raqa.

O grupo Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria do ataque em Raqa.

A Turquia lançou em 2016 a Operação Escudo do Eufrates para remover os extremistas do Estado Islâmico (EI) e, desde então, controla mais de 2.000 km² no norte da Síria, inclusive Azaz.