Nove soldados da ONU são mortos em ataque a comboio no Mali

Soldados da força de paz foram atacados por atiradores não-identificados fortemente armados em motocicletas entre as cidades de Menaka e Ansongo

Bamako – Nove soldados da força de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Mali foram mortos em uma emboscada a seu comboio nesta sexta-feira, no ataque mais mortífero contra a missão da ONU no país até hoje, informou um porta-voz das tropas.

Os soldados da força de paz, que eram do Níger, foram atacados por atiradores não-identificados fortemente armados em motocicletas entre as cidades de Menaka e Ansongo, no nordeste do Mali, disse Olivier Salgado à Reuters.

“Estou horrorizado com este ato covarde de terrorismo… mais uma vez vidas se perderam hoje em nome da paz no Mali”, declarou Arnauld Akodjenou, vice-chefe da missão da ONU, conhecida como Minusma, em um comunicado.

As forças de paz da ONU foram mobilizadas no norte do Mali em um esforço para proteger a vasta zona desértica, ocupada por uma mescla de militantes islâmicos ligados à Al Qaeda em 2012 até os insurgentes serem expulsos por forças da França no ano passado.

A presença de tropas internacionais permitiu à nação africana realizar eleições no meio do ano, mas desde então a França redirecionou parte de suas forças para outras localidades, e houve um aumento nos ataques de islâmicos nos últimos meses.