Nova York lembra primeiro ataque ao World Trade Center

"Hoje fazemos uma pausa em memória dos seis inocentes que morreram no primeiro ataque contra o World Trade Center há duas décadas", afirmou o presidente do Memorial

Nova York – Os nova-iorquinos lembraram nesta terça-feira, com um minuto de silêncio, as seis vítimas mortais do atentado contra o World Trade Center em 1993, quando se completam 20 anos do primeiro ataque contra as Torres Gêmeas.

O prefeito Michael Bloomberg participou de uma breve cerimônia no Memorial do 11/09 em que foi respeitado um minuto de silêncio às 12h18 (14h18 horário de Brasília), o mesmo horário em que aconteceu a explosão de uma caminhonete carregada com explosivos no estacionamento das Torres Gêmeas.

Durante o ato, do qual participaram parentes e amigos dos falecidos, foram lidos em voz alta os nomes das seis vítimas: John DiGiovanni, Robert Kirkpatrick, Stephen Knapp, William Macko, Wilfredo Mercado e Monica Rodríguez Smith.

O ataque aconteceu oito anos antes dos atentados de 11 de setembro de 2001, quando terroristas suicidas da Al Qaeda chocaram dois aviões comerciais contra as Torres Gêmeas deixando quase 3 mil mortos.

Os responsáveis pelo Memorial colocaram hoje rosas brancas junto aos nomes das seis vítimas, gravados em bronze assim como os nomes dos falecidos em 11/09, no perímetro que rodeia as duas imponentes piscinas que estão hoje no lugar das Torres Gêmeas.

“Hoje fazemos uma pausa em memória dos seis inocentes que morreram no primeiro ataque contra o World Trade Center há duas décadas”, afirmou o presidente do Memorial do 11/09, Joe Daniels.

O governador do estado, Andrew Cuomo, pediu aos nova-iorquinos que lembrem nesta terça-feira das seis vítimas daquele ataque terrorista, que qualificou como “covarde e sem sentido”, e reiterou seu compromisso de não esquecer “jamais” os falecidos.


“Nossos esforços para reconstruir o World Trade Center (após o 11/09) voltam a demonstrar para o resto do mundo a força e a tolerância de todos os nova-iorquinos”, disse o governador em comunicado.

No dia 26 de fevereiro de 1993, um pequeno grupo terrorista colocou uma caminhonete com mais de 500 quilos de explosivos no estacionamento subterrâneo do World Trade Center, deixando seis mortos e mil feridos.

O primeiro ataque contra as Torres Gêmeas foi planejado por um grupo de terroristas liderado por Ramzi Ahmed Yousef, o mentor do atentado, que contou com financiamento da rede Al Qaeda de Osama bin Laden.

O paquistanês Yousef voltou a seu país após o atentado, mas foi capturado em 1995 e extraditado aos EUA, onde foi condenado a prisão perpétua, sentença que cumpre em uma prisão de segurança máxima.