Governadora criará comissão de controle dos Jogos de Tóquio

Esta decisão é a mais recente após a série de conflitos e escândalos que abalaram a preparação de Tóquio para as Olimpíadas

Yuriko Koike, eleita neste domingo governadora de Tóquio, anunciou a intenção de criar uma comissão para controlar a preparação dos Jogos Olímpicos que a capital nipônica receberá em 2020, depois de uma série de escândalos.

“Ficará responsável por verificar de forma independente a credibilidade dos orçamentos, o acompanhamento dos preparativos”, declarou em sua primeira entrevista coletiva na sede do governo de Tóquio.

Esta decisão é a mais recente após a série de conflitos e escândalos que abalaram a preparação de Tóquio para as Olimpíadas: a desistência do projeto original do estádio olímpico por superar o orçamento, a mudança do logotipo por denúncias de plágio e, mais recentemente, acusações de suborno que estão sendo investigadas pela justiça francesa.

Yuriko Koike, de 64 anos, venceu no domingo a eleição para o governo da metrópole de Tóquio, que tem 13,6 milhões de habitantes. Ela recebeu 44% dos votos em uma disputa que teve o número recorde de 21 candidatos.

Koike é integrante do Partido Liberal Democrata (PLD), presidido pelo primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, mas foi candidata sem o apoio do partido.