Noiva de Khashoggi se reúne com relatora da ONU que investiga assassinato

A relatora da ONU ficará na Turquia até 3 de fevereiro para investigar a morte do jornalista saudita Jamal Khashoggi

Istambul – A relatora sobre execuções extrajudiciais da ONU, Agnès Callamard, que investiga o assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, se reuniu nesta quinta-feira em Istambul com Hatice Cengiz, a noiva do repórter, informa a agência turca Anadolu.

Callamard se encontrou com Cengiz em um hotel do distrito de Sisli, mas o conteúdo da conversa não foi revelado, e não são esperados encontros da relatora com a imprensa durante sua estadia na Turquia.

A relatora chegou na segunda-feira a Ancara, onde se reuniu com vários membros do Governo turco e na terça-feira se deslocou a Istambul, mas não pôde entrar no consulado saudita onde aconteceu o crime.

Callamard afirmou aos repórteres presentes nesse dia que tinha avisado muito “tarde” as autoridades sauditas sobre a intenção de entrar na legação e que era preciso “dar mais tempo”, mas ratificou que queria visitar o interior do edifício.

Nesse mesmo dia, a relatora se reuniu com o promotor turco que investiga o caso, Irfan Fidan, no Palácio de Justiça de Istambul, e ontem se encontrou com vários representantes de ONGs e associações de imprensa.

Callamard tem intenção de retornar hoje a Ancara, onde se reunirá novamente com altos funcionários do Governo e com membros dos serviços secretos, afirma Anadolu.

A relatora, que ficará na Turquia até 3 de fevereiro, está acompanhada da jurista britânica Helen Kennedy e o legista português Duarte Nuno Vieira.