No Texas, 115 imigrantes são encontrados trancados

A localização dos imigrantes ocorreu no mesmo dia em que Barack Obama antecipou a comemoração do Dia da Imigração

Brasília – As autoridades do Texas, nos Estados Unidos, localizaram ontem (3) 115 imigrantes mantidos presos em três pequenas casas próximas à fronteira com o México. Para os policiais, os responsáveis são dois homens, acusados de conspiração por abrigar imigrantes que aparentemente estavam ilegalmente em território norte-americano.

A polícia foi alertada por um telefonema de emergência de dentro de uma das casas, que tinha cadeados e correntes nas portas e barras nas janelas. Algumas das pessoas libertadas disseram não ter comido nem bebido água por pelo menos três dias.

Os imigrantes, a maioria de origem mexicana, foram levados para um hospital com desidratação. Um homem disse às autoridades que os imigrantes foram levados às casas e ameaçados de morte se não ficassem quietos.

A localização dos imigrantes ocorreu no mesmo dia em que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, antecipou a comemoração do Dia da Imigração. Ontem, Obama pediu ao Congresso para aprovar a lei que deve beneficiar os filhos de imigrantes que estão sem documentos no país – o chamado dream act (ato do sonho).

De acordo com Obama, sua determinação é trabalhar de maneira intensa para aprovar uma reforma ampla na legislação migratória dos Estados Unidos. Segundo ele, as mudanças são a garantia para assegurar outro futuro para os norte-americanos.

“Somos um país rico porque homens, mulheres e crianças vieram para as nossas costas, se juntaram à União e para lembrar o 5 de Maio [Dia da Imigração] sobre os lados da fronteira, prestamos homenagem ao nosso patrimônio comum e à nossa sociedade futura”, disse Obama.