No Dia Independência, Obama lembra militares e seleção

Barack Obama agradeceu homens e mulheres das Forças Armadas e aos jogadores da seleção de futebol, por ocasião do Dia da Independência

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, agradeceu nesta sexta-feira aos homens e mulheres das Forças Armadas e aos jogadores da seleção de futebol, por ocasião da celebração do Dia da Independência.

“Vocês nos mantêm a salvo e mantêm os Estados Unidos como um farol para o mundo”, afirmou o presidente sobre os soldados durante sua mensagem semanal, que foi antecipada para hoje ao invés de sábado, como é habitual, devido às comemorações de 4 de julho.

Obama começou sua mensagem “com palavras especiais” para a seleção de futebol dos EUA que, disse, “representou tão bem” o país na Copa do Mundo disputada no Brasil, onde chegou às oitavas de final.

“Nos sentimos muito orgulhosos de vocês. Conseguiram uma quantidade enorme de novos fãs”, afirmou o líder, que brincou ao assegurar que considerará o pedido para nomear o goleiro titular da equipe, Tim Howard, como novo secretário de Defesa.

Além das brincadeiras futebolísticas, Obama lembrou que em um dia como hoje há 238 anos “os pais fundadores” se reuniram na Filadélfia para lançar um experimento de nação, os Estados Unidos.

“Aqueles primeiros patriotas (…) estavam unidos pela crença em uma verdade simples: que todos fomos criados iguais, que todos estamos dotados por nosso Criador de certos direitos inalienáveis e que entre estes direitos estão a vida, a liberdade e a busca da felicidade”, destacou o presidente.

Na opinião de Obama, o êxito do país se baseia no fato de que nunca trataram essas verdades evidentes “como algo que se executa automaticamente”.

“Gerações de pessoas que vivem nos EUA se manifestaram, marcharam, organizaram, lutaram e inclusive morreram para estender esses direitos aos demais, para ampliar o círculo de oportunidades para os demais e aperfeiçoar esta união que tanto amamos”, ressaltou.

“É por isso que desejo mandar um agradecimento especial aos homens e mulheres de nossas Forças Armadas e às famílias que servem com eles”, acrescentou.