EUA e Brasil vão discutir “restauração da democracia” na Venezuela

Atualmente, situação na Venezuela é vista pela comunidade internacional como principal problema de segurança na América Latina

A crise na Venezuela deverá ser tema de uma visita que fará amanhã, 22, ao Brasil o vice-secretário de Estado dos EUA, John J. Sullivan. Ele vem ao País para o lançamento do Fórum de Segurança Brasil-Estados Unidos.

De acordo com informações do governo americano, trata-se de “uma iniciativa bilateral de cooperação policial para abordar o crime transnacional e as redes de ameaças de interesse mútuo”. Segundo fontes da área diplomática, a Venezuela é vista hoje como o principal problema de segurança na região.

Sullivan pretende também discutir com o Brasil a crise humanitária na Venezuela e “o apoio regional à restauração da democracia na Venezuela”, segundo o governo dos EUA.

O vice-secretário de Estado americano será recebido pelo secretário-geral das Relações Exteriores do Brasil, embaixador Marcos Galvão. Pela programação divulgada pelo Itamaraty, eles terão um almoço de trabalho e, em seguida, uma reunião bilateral para tratar de temas gerais. O lançamento do Fórum está programado para às 16h.

O Fórum de Segurança começou a ser discutido no governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Porém, a iniciativa foi congelada após a revelação, em 2015, de que os EUA monitoraram as conversas da presidente e da alta cúpula do governo.