Nível do mar pode subir um metro até 2100

Segundo relatório feito pelo governo australiano, a última década foi a mais quente já registrada

Sidney – O nível do mar pode elevar-se em um metro no próximo século devido ao aquecimento global, ameaçando multiplicar o número de inundações devastadoras nas regiões costeiras, concluiu um relatório australiano publicado na segunda-feira.

O primeiro relatório da “Comissão Clima” do governo australiano indica que as provas do aquecimento da Terra eram irrefutáveis, e que a última década foi a mais quente já registrada.

O documento, que usa como base os dados científicos mais recentes sobre o tema compilados em todo o mundo, afirma que as emissões de gases causadores do efeito estufa são, sem sombra de dúvida, responsáveis pelo aumento das temperaturas, pelo aquecimento dos oceanos e pela elevação do nível do mar.

“Penso que o aumento médio do nível do mar em 2100, comparado com 1990, será de 50 centímetros a um metro”, escreve no prefácio do relatório Will Steffen, que coordena a comissão.

A previsão dos especiaistas australianos é superior à do relatório do Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas (IPCC, ligado à ONU) em 2007, que falava em um aumento de 80 centímetros, destaca Steffen.

Trata-se de uma aparente contradição, já que o IPCC havia mencionado a possibilidade de números mais altos.

“Já se passaram quase cinco anos, e agora sabemos mais sobre o comportamento da calota polar”, diz Steffen.

“Temos informações muito boas sobre a Groenlândia. Sabemos que o gelo derrete a uma taxa crescente”.

“Isso nos indica que é preciso chegar à estimativa de um metro. Há pessoas até que afirmam ser preciso ir mais além”, acrescentou.