Neve no Japão causa engarrafamento de mais de 20 horas

Na cidade de Shimukappu, na ilha de Hokkaido, temperatura chegou aos 32,8 graus negativos

Tóquio – A tempestade de neve que castiga o Japão, com acúmulos de até um metro, deixou nesta terça-feira centenas de veículos presos na auto-estrada, em engarrafamentos com mais de 20 horas de duração, sendo necessário auxílio do Exército.

Na Província de Tottori, oeste do país, a neve acumulada superou o metro de espessura, e outras regiões esperam também grandes nevascas. Áreas perto de Tóquio registrarão até 40 centímetros nas próximas 24 horas.

Os termômetros na cidade de Shimukappu, na ilha de Hokkaido, chegaram aos 32,8 graus negativos, enquanto a área metropolitana de Tóquio registrou uma mínima de 1,9 graus negativo, segundo a Agência Meteorológica do Japão.

Além disso, a neve causou engarrafamentos de até dois quilômetros no oeste do Japão e mais de 300 carros ficaram presos na neve em uma área montanhosa de Tottori.

Estas retenções começaram aproximadamente às 14h (hora local) de segunda-feira, e se prolongaram em alguns pontos até a manhã de terça-feira, de acordo com informações de veículos de imprensa japoneses.

Dezenas de ocupantes dos automóveis encalhados na neve se refugiaram do frio em um auditório local e outros abrigos improvisados.

Dois homens e uma criança de 3 anos foram levados para hospital após passarem mal durante os engarrafamentos, informaram membros da equipe de resgate.

O governador de Tottori solicitou durante a madrugada passada a assistência de soldados do Exército, que levaram comida aos desabrigados e ajudaram a retirar a neve e movimentar seus veículos.

A Agência Meteorológica japonesa manterá ativado o aviso por fortes nevadas nesta região até a noite desta terça. EFE