Nemo, cão de Macron, arranca risadas ao interromper reunião

Enquanto o presidente francês se reunia com autoridades, o cãozinho Nemo fez uma aparição rápida, mas marcante. Veja o vídeo

São Paulo – Nemo, o simpático cão de estimação do presidente francês, Emmanuel Macron, interrompeu uma reunião governamental no último domingo ao urinar em uma lareira construída no século XVII.

O ato foi flagrado pela televisão francesa LCI que acompanhava o encontro e arrancou gargalhadas das autoridades presentes, que se surpreenderam ao ouvir o barulho. Assim que termina de se aliviar, Nemo é visto caminhando tranquilamente para fora de cena. Veja o vídeo abaixo:

“Eu estava imaginando o que seria esse barulho”, disse Brune Poirson, secretária do Ministério Transição Ecológica e Solidária, ao se virar para trás e se depara com Nemo. “Isso acontece com frequência? ”, perguntou outro secretario ao presidente francês. “Vocês despertaram um comportamento nada comum no meu cão”, respondeu Macron.

Nemo, que tem dois anos de idade, foi adotado no final de agosto e vem ocupando as lentes dos fotógrafos franceses desde então. Seu nome é uma homenagem ao capitão Nemo, personagem da obra “Vinte Mil Léguas Submarinas”, do escritor francês Júlio Verne.

Como em muitos países do mundo, a presença canina no Palácio do Eliseu, a residência oficial do presidente da França, é uma tradição. Antes de Nemo e Macron, ocupavam o palácio o cãozinho Philae e François Hollande.

Governo Macron

Eleito em maio após uma corrida eleitoral surpreendente e que transformou no cenário político da França, Emmanuel Macron, do Em Marcha!, se tornou o presidente mais jovem da história do país e o primeiro em décadas a ser eleito sem representar nenhum dos dois grandes partidos (Partido Socialista e Os Republicanos).

Desde então, vem vivendo um pesadelo no que diz respeito a sua aprovação entre os franceses. Uma pesquisa de opinião mostrou em setembro que apenas 30% da população apoia a sua gestão até o momento ante 43% em julho e 36% em agosto. Há quem diga que a adoção de Nemo tenha sido, também, uma tentativa de tornar sua imagem mais amigável.