Negociações nucleares com o Irã seguem para Istambul

O Irã afirma que suas atividades atômicas têm como objetivo apenas a produção de combustível nuclear

Moscou – A chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, informou que as negociações de alto nível entre o Irã e representantes dos Estados Unidos, China, Rússia, Alemanha, França e Reino Unido foram suspensas, mas especialistas dos dois lados vão se reunir no mês que vem para tentar estabelecer um terreno comum para novas negociações.

“Ficou claro que há lacunas significativas entre as duas posições”, disse Ashton aos jornalistas.

Ela disse que uma reunião de especialistas vai acontecer em 3 de julho em Istambul e depois disso haverá uma reunião de alto nível da qual ela e o principal negociador iraniano, Saeed Jalili, vão participar, embora a data para tal encontro ainda não tenha sido definida.

Ashton lidera a equipe de representantes do grupo de potências ocidentais, também conhecido como P5+1 – os cinco membros permanente do Conselho de Segurança mais da Alemanha.

“Nós esperamos que o Irã decida se está disposto a fazer com que a diplomacia funcione, se concentre no alcance de um acordo para chegarmos a um processo de construção de confiança e trate das preocupações da comunidade internacional.”

As declarações de Ashton foram feitas nesta terça-feira, após dois dias de negociações nos quais houve pouco progresso na definição de ações que pudessem acalmar os temores internacionais de que o Irã pode transformar seu programa nuclear num programa de armas.

O Irã nega tais suspeitas e afirma que suas atividades atômicas têm como objetivo apenas a produção de combustível nuclear para a obtenção de energia elétrica e a produção de isótopos médicos. Teerã quer que as sanções internacionais contra o país sejam levantadas antes de considerar a interrupção de seu enriquecimento de urânio. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.