Costa Concordia será retirado até setembro, diz Defesa Civil

Chefe da Defesa Civil italiana fala em entrevista coletiva sobre operação de retirada

São Paulo – A retirada do Costa Concordia, o transatlântico encalhado há um ano perto da ilha toscana de Giglio, será realizada em setembro, no mais tardar, anunciou neste sábado o chefe da Defesa Civil italiana, Franco Gabrielli.

“O programa prevê a retirada definitiva do navio em setembro”, indicou Gabrielli em uma entrevista coletiva à imprensa na ilha de Giglio, que lembra no domingo um ano do naufrágio que deixou 32 mortos.

Será uma operação “de caráter totalmente excepcional”, que levará em conta os riscos para o meio ambiente, destacou Gabrielli, depois de os trabalhos de retirada terem sido adiados em diversas oportunidades.