Naufrágio no Mar Mediterrâneo mata 21 imigrantes, diz ONG

Os sobreviventes são de 12 países diferentes, principalmente da África Ocidental, e tentavam chegar à Europa

Roma – Pelo menos 21 pessoas, uma delas grávida, morreram na última sexta-feira num naufrágio no Mar Mediterrâneo, conforme relataram sobreviventes resgatados à ONG SOS Mediterranée, que informou o caso nesta segunda-feira.

Em comunicado publicado em seu site, a organização disse que em 3 de março a embarcação “Aquarius”, que o grupo administra em parceria com Médicos Sem Fronteiras, encontrou 72 pessoas que tinham sido resgatadas por um navio mercante do Chipre em duas operações no Mediterrâneo.

Os sobreviventes são de 12 países diferentes, principalmente da África Ocidental, e tentavam chegar à Europa. Agora, eles serão levados à Itália.

No final de fevereiro, o Ministério de Interior italiano informou que 5.247 imigrantes e refugiados chegaram de janeiro a fevereiro ao país, o que representa 60% a menos do que no mesmo período de 2017.