Naufrágio mata 9 refugiados entre Turquia e Lesbos

Pelo menos nove pessoas morreram e 14 estão desaparecidas depois que uma embarcação com refugiados naufragou entre a Turquia e a ilha grega de Lesbos

Istambul – Pelo menos nove pessoas morreram nesta quinta-feira, entre elas seis crianças, e 14 estão desaparecidas depois que uma embarcação com refugiados naufragou no mar que separa a Turquia da ilha grega de Lesbos, segundo a imprensa turca.

Dois veículos das patrulhas litorâneas saíram para o resgate ao receberem notícias sobre uma embarcação de madeira que afundava no litoral de Bademli, cidade a 70 quilômetros ao norte de Esmirna, de acordo com o jornal “Hürriyet”.

As equipes conseguiram salvar 21 pessoas, além de recuperar nove corpos, e prossegue a busca de outras 14 pessoas que estavam na barca, segundo relatos dos sobreviventes.

Participam da busca duas barcas e dois helicópteros turcos. Além disso, uma equipe de mergulhadores foi ao local para comprovar se há pessoas presas no interior da embarcação.

Não foi informada a nacionalidade dos refugiados, embora a maioria dos que tentam chegar às ilhas gregas procedentes do litoral turco seja de Síria, Iraque e Afeganistão.

A Turquia abriga cerca de 2,2 milhões de sírios, 45 mil afegãos, 100 mil iraquianos e 14 mil iranianos em busca de asilo. Desde janeiro, quase 800 mil pessoas chegaram à Grécia por mar de forma não documentada, mas calcula-se que mais de 500 morreram na tentativa.