Naufrágio deixa 11 mortos e 25 desaparecidos na Índia

Com uma capacidade para apenas 14 pessoas, a embarcação era um ferry que circulava sobrecarregado de passageiros pelo distrito de Bhojpur

Nova Délhi- Pelo menos 11 pessoas, a maioria mulheres e crianças, morreram e mais de 25 estão desaparecidas após o naufrágio da embarcação que lhes transportava no rio Sone, da província indiana de Bihar (norte), informou a Polícia local.

Com uma capacidade para apenas 14 pessoas, a embarcação era um ferry que circulava sobrecarregado de passageiros pelo distrito de Bhojpur, declarou à imprensa indiana o superintendente de Polícia distrital, S. R. Nayak.

Segundo Nayak, alguns dos passageiros conseguiram chegar nadando até a margem e outros foram resgatados pelos aldeões, embora tudo indique que o balanço de vítimas fatais aumentará à medida que as operações de resgate avançarem.

As autoridades indianas desdobraram na região equipes de mergulhadores para participar das operações, que continuavam no começo da tarde (hora local).

Os acidentes de navegação são frequentes nesta parte do subcontinente indiano, infestada de rios, afluentes e lagoas, frequentemente devido à precária condição das embarcações e a que estas ultrapassam o limite permitido de passageiros, como neste caso.