Não há votos suficientes para aprovar acordo do Brexit, admite May

Se o acordo não for aprovado, União Europeia irá considerar o dia 12 de abril como prazo final para a saída do Reino Unido

São Paulo – A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, admitiu aos membros do Parlamento britânico que não há votos suficientes para aprovar o acordo do Brexit em uma terceira votação. O documento, firmado por May com a União Europeia em novembro do ano passado, já foi rejeitado duas vezes pelos parlamentares.

Uma nova rejeição do acordo torna ainda mais caótico o processo de saída do país do bloco europeu, aprovado pela maioria da população em um referendo realizado em junho de 2016. Além disso, cresce a expectativa de que essa saída poderá acontecer sem um acordo de transição, ainda que o a UE tenha concordado em estender o prazo para o Brexit, antes firmado para acontecer em 29 de março.

De acordo com o termo aprovado pelos países-membros do bloco europeu, na ocasião de o Parlamento não aprovar o acordo, o prazo de saída passa para o dia 12 de abril. Se aprovado, o governo ganharia um fôlego maior, já que a data do Brexit passaria para 22 de maio.